Manuel Bandeira

Vida e Obra

Manuel Carneiro de Sousa Bandeira – Brasil (1886/1968). Poeta e prosador brasileiro nasceu no Recife, e faleceu no Rio de Janeiro. Representante do modernismo, a sua escrita poética evidencia o verso livre e a abolição de qualquer barreira formal ou temática. Tendo encontrado a sua expressão definitiva, manteve-se fiel à vocação, embora mostrando-se sempre um espírito inquieto, fáustico, aberto a tudo. Muitos o consideram o maior poeta do modernismo brasileiro, e é certamente um dos maiores da literatura nacional. Fundamentalmente lírico tem agudíssima sensibilidade, principalmente diante da vida. A doença foi a sua companheira e a sua musa, bem como a morte. Buscou o “eterno feminino” em amores sempre insatisfeitos. Dotado de extraordinária versatilidade, ensaiou, com êxito, todos os tipos de ritmo e todas as técnicas, experimentando até a “poesia concreta”. Constitui um exemplo raro de fidelidade à poesia.

Escultor
Francisco Brennand

Pétala 32

 

Seja sociável, partilhe !

    Deixar uma resposta