Alda do Espírito Santo

Vida e Obra

Alda do Espiríto Santo – São Tomé e Príncipe (1926/2010). Alda Neves da Graça do Espírito Santo é uma poeta São Tomense. A sua vida está também ligada a movimentos de cidadania ativa e intervenção política. A sua poesia é de matriz nacionalista, de denúncia da situação colonial, do canto às figuras-símbolos da resistência colonial: o contratado queimando vida nas roças de cacau e café, o contratado desenraizado, o angolar e a Mulher, símbolo da Terra e da Mãe. Figura importante do movimento da Negritude de língua portuguesa, de que o caderno de Poesia Negra de Expressão Portuguesa é a primeira manifestação sistémica, é também figura na galeria dos que refletiram sobre a cultura africana.

Pétala 39

Seja sociável, partilhe !

    Deixar uma resposta