Marquesa de Alorna

Marquesa de AlornaVida e Obra

Marquesa de Alorna (1750/1839). D. Leonor de Almeida de Portugal Lorena e Lencastre, foi uma poetisa reconhecida e uma mulher de espírito vivaz e irreverente. Descendente dos Távoras, D. Leonor foi encerrada no Convento de Chelas, juntamente com a mãe e a irmã, onde iria passar uns longos 18 anos, por alegadas ligações da família ao atentado contra o Rei D. José. Por conselho e orientação do pai, homem de notável cultura, ministrados através de aturada e quantiosa correspondência, aprendeu línguas, em especial o latim, o francês e o italiano, estudou Filosofia, História Antiga e Moderna, dedicou manifesto interesse às Ciências Naturais e, sobretudo, pôde colher uma esmerada educação literária no convívio com uma longa série de figuras, profundamente marcadas pelo ambiente literário do neoclassicismo português. É o caso de Filinto Elísio, autor do seu pseudónimo poético: Alcipe. Dedicou-se à leitura dos clássicos franceses e dos iluministas, fato que, sem dúvida, irá forjar a personalidade literária e humanista desta mulher ímpar da cultura portuguesa.

Escultor
Clara Menéres

Mecenas
BCP

Pétala 18

 

 

Seja sociável, partilhe !

    Deixar uma resposta