José João Brito

Nasceu em 1941, em Coimbra. Concluiu o Curso Complementar de Escultura da ESBAP em 1967, tendo recebido o prémio de Escultura Teixeira Lopes. Expôs individual e coletivamente nas áreas de desenho, medalhística, cerâmica e escultura. Tem numerosas peças de arte pública no país e no estrangeiro, tais como o monumento dedicado a Fernando Pessoa nos Olivais, Lisboa, o cais da estação do Metropolitano do Martim Moniz, em Lisboa, a “Tragédia no Mar” em Matosinhos, o monumento a D. Manoel Lôbo na Colónia Del Sacramento, o busto de Domingos Bomtempo em Joanesburgo, os monumentos ao Emigrante e Varina, na Murtosa e Torreira, e a escultura comemorativa dos 200 anos do Colégio Militar, em Oeiras.

Seja sociável, partilhe !

    Deixar uma resposta